Radio Caxias - Economia   12/01/2018 | 14h40     Atualizado em 12/01/2018 | 14h45

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Executivo decreta trimestralidade de 1,09% para os servidores públicos de Caxias do Sul

Foto: Caroline Padilha/ Divulgação
Foto: Caroline Padilha/ Divulgação
O índice foi publicado na edição do Diário Eletrônico do Município, nesta quinta-feira (11). O percentual se refere à média de três indicadores de inflação, nos meses de outubro, novembro e dezembro do ano passado. De acordo com a lei da trimestralidade, o cálculo é baseado no IGPM da Fundação Getúlio Vargas, no IPC da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, de São Paulo e IPC do Centro de Estudos e Pesquisas Econômicas, de Porto Alegre.  Percentual de 1,09% servirá de correção salarial para os servidores públicos municipais efetivos e cargos em comissão (CCs) do Executivo, na folha de pagamento de janeiro.

Conforme a secretária de Recursos Humanos e Logística, Vangelisa Lorandi, a trimestralidade é um direito constitucional dos servidores. O objetivo é manter o poder de compra do trabalhador, através da reposição da inflação no período. Vangelisa explica que o reajuste é concedido por meio de uma lei autorizativa por parte do Legislativo. Segundo a secretária, o impacto financeiro na folha de pagamento precisa estar previsto no orçamento do Município.

Em 2017, o funcionalismo público teve 2,3% de correção salarial. Foram 2,16% em janeiro e 0,14% em outubro. A trimestralidade referente aos meses de abril, maio e junho fechou em -0,45%. No acumulado de um ano, os servidores públicos municipais tiveram 3,39% de reposição salarial. O critério de reajuste pela trimestralidade vem desde 1997.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia