Radio Caxias - Patrimônio   13/01/2018 | 19h55     Atualizado em 13/01/2018 | 20h00

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Exposição "Bordando Sonhos" percorre memória afetiva das mulheres que bordam

Foto: Fernando Roveda Stimamiglio / Divulgação
Foto: Fernando Roveda Stimamiglio / Divulgação
Com 18 panos e 18 histórias de mulheres bordadeiras descendentes de italianos, a exposição “Bordando Sonhos” será aberta para visitações às 20h da próxima quinta-feira (18), na Galeria de Arte Gerd Bornheim, na Casa da Cultura.

De acordo com a curadora do trabalho, Neusa Maria Roveda Stimamiglio, a exposição nasceu de uma pesquisa sobre a atividade artesanal do bordado. O tema, que acabou originado um livro (Bordando Sonhos I), foi pesquisada a tradição dos panos de parede, antigamente utilizados para decorar as casas. Assim, nestas atividades feitas pelas mulheres de famílias de descendência italiana, foi observada a tradição do artesanato e também a condição de silenciamento.

Desta forma, Neusa entende como muito importante atividades como o bordado, já que assim se preservou história e patrimônio material e imaterial. E destaca a intenção, com a exposição, de dar visibilidade e voa as mulheres por meio destes fazeres e saberes.

A exposição “Bordando Sonhos” ficará aberta para visitação até o dia 24 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados das 10h às 16h.

A entrada na Galeria, que fica junto a Casa da Cultura, é franca.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia