Radio Caxias - Legislativo   15/05/2018 | 15h08     Atualizado em 15/05/2018 | 15h10

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Vereador protocola moção pelo consenso entre Executivo e Visate

Foto: Câmara/ Divulgação.
Foto: Câmara/ Divulgação.

O debate contra o aumento da tarifa do transporte coletivo para R$ 4,30, na sessão do Legislativo de Caxias do Sul, culminou com o protocolo de uma moção de autoria do vereador Elói Frizzo (PSB). O documento foi assinado pela maioria do plenário. O objetivo é indicar que o prefeito Daniel Guerra (PRB) aceite se reunir com a direção da Visate para chegar a um acordo sobre o valor da passagem.

Frizzo também acredita que é preciso rever gratuidades e voltar a conceder incentivos fiscais como forma de reduzir a tarifa. O socialista concordou com a colega Paula Ioris (PSDB) sobre o chefe do Executivo defender a legalidade e contestar a Justiça.

Conforme Frizzo, o Legislativo tem que intervir em nome da população. O parlamentar disse que a chamada Operação Lava-Jato nas planilhas da Visate não revelaram nenhuma ilegalidade. O vereador usou uma personagem do escritor colombiano Gabriel García Márquez para criticar a postura do Executivo e prever o que ocorreu com o impasse entre Daniel Guerra e a concessionária.

A moção foi protocolada nesta terça-feira (15). O documento entrará na Ordem do Dia da sessão da próxima quinta-feira (17), mesmo dia em que está prevista uma reunião de conciliação entre Prefeitura e Visate, no poder Judiciário. 

 

 

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia