Radio Caxias - Segurança   11/06/2018 | 15h15     Atualizado em 11/06/2018 | 15h48

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Capitão entende que instalação de módulo da Brigada Militar em São Jorge da Mulada é inviável

Foto: Alex Schneider/ Rádio Caxias.
Foto: Alex Schneider/ Rádio Caxias.

A reivindicação dos moradores de São Jorge da Mulada foi repercutida pelo capitão do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM) Marcelo Constante. Ele representou a corporação em reunião realizada na última sexta-feira (08) com a comunidade do distrito de Criúva, em Caxias do Sul, que pede mais segurança. Constante explicou que a instalação de posto policial na localidade se torna inviável pela falta de efetivo e impossibilidade do policial sair do módulo para atender ocorrências. Por isso, acredita que o trabalho da BM é mais efetivo com patrulhamento na rua e visita nas moradias e estabelecimentos.

 

A comunidade, inclusive, promove um abaixo-assinado solicitando o posto permanente. Outra demanda discutida na reunião são as câmeras de monitoramento. Na ocasião, foram apresentadas duas câmeras, instaladas em parceria com duas empresas. A intenção é colocar as filmagens à disposição dos órgãos de segurança. O capitão Constante deu exemplo do bairro Colina Sorriso, que possui esse tipo de equipamento.

 

Conforme o policial militar, as câmeras serão importantes para monitorar a entrada e saída da localidade e têm dado resultado em outras regiões do Município.

 

Recentemente, a Brigada Militar realizou a Operação Interior Seguro, em pontos estratégicos na Zona Rural de Caxias do Sul. Foram efetuadas barreiras policiais, abordagens e visitas comunitárias. A ação é um dos projetos da BM para aumentar a sensação de segurança.

 

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia