Radio Caxias - Trâmite   10/07/2018 | 20h33     Atualizado em 11/07/2018 | 08h34

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Samae deve apresentar documentos referentes a contratos para Justiça do Trabalho

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

A decisão ocorreu em audiência na 4ª Vara do Trabalho entre representantes da Codeca, Samae e sindicatos dos Trabalhadores em Limpeza e Conservação (Sindilimp), dos Rodoviários e das Indústrias da Construção e do Mobiliário, nesta terça-feira (10). A informação é do presidente do Sindilimp, Henrique Silva.

 

Ele explica que a autarquia deve apresentar à Justiça, no prazo de 30 dias, os documentos de contrato efetivado e encerrado com a Codeca, assim como outros com demais empresas prestadoras de serviços nos últimos meses. Acrescenta que o objetivo é fazer um comparativo, uma vez que foi alegado pelo Samae que os custos da Companhia estavam acima dos praticados pelo mercado.

 

O líder sindical também conta que, na ocasião as entidades tentaram sugerir um contrato emergencial junto aos trabalhadores, porém, a sugestão não foi acatada pela Codeca. Ele informa que, inicialmente, ficará vigente a liminar da Justiça que suspende as demissões dos 36 funcionários.

 

Henrique Silva estima que uma nova audiência pública deva ocorrer entre as partes após a apresentação de documentos.

 

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia