Combate ao Tráfico   10/10/2018 | 09h45     Atualizado em 10/10/2018 | 09h50

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Polícia Federal cumpre 82 mandados judiciais em operação de combate ao mercado ilegal de cigarros

Operação Pancada - Depósito em Caxias do Sul / Foto: Polícia Federal
Operação Pancada - Depósito em Caxias do Sul / Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagra, nesta manhã (10/10), a Operação Pancada, para desarticular duas grandes organizações criminosas investigadas por comercializar irregularmente cigarros contrabandeados ou distribuídos com sonegação de tributos.

Cerca de 250 policiais federais cumprem 16 mandados de prisão e 66 de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

A Operação Pancada iniciou em março de 2018 quando a Polícia Federal descobriu um depósito em Rio Grande com 380 mil maços de cigarros estrangeiros, avaliados em R$ 2 milhões. Na ocasião, quatro pessoas foram presas em flagrante.

A investigação constatou a atuação de organizações criminosas que distribuíam, na zona sul do Estado, cigarros contrabandeados e, também, produzidos clandestinamente no País, de marcas idênticas às paraguaias. O preço do produto falsificado, muitas vezes, era inferior ao do cigarro contrabandeado.

Estima-se que as organizações criminosas movimentavam mais de R$ 2,5 milhões de reais por mês com a distribuição de meio milhão de maços de cigarro na região. A investigação teve o apoio da Receita Federal e da Polícia Rodoviária Federal.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia