YouTube Facebook Bitcom

Ensino   04/01/2019 | 18h13     Atualizado em 05/01/2019 | 10h29

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Diretor do IFRS Caxias quer ampliar aprendizado além da sala de aula

Foto: Divulgação/ Internet
Foto: Divulgação/ Internet

Ampliar a relação dos estudantes com a prática dentro das empresas é a intenção do diretor do Instituto Federal do Rio Grande do Sul - Campus Caxias, Juliano Toniolo. Inspirado no Arranjo Produtivo Local (APL), ele quer trabalhar em 2019 para desenvolver a metodologia de ensino alternado. O diretor explica que ir além dos laboratórios da instituição é uma ideia positiva tanto para os estudantes quanto aos empresários.

 

Um projeto-piloto desenvolvido recentemente com alunos do curso de fabricação mecânica do Instituto Federal junto à Fras-Le teve resultados surpreendentes. Nele, os estudantes apresentaram soluções para problemas reais da empresa. Toniolo espera trazer essa sistemática ao IFRS em 2019, mesmo quando deixar o cargo em razão da nova eleição diretiva.

 

Além disso, o diretor explica que no próximo ano deve começar a obra do novo bloco de ensino no campus da cidade. O pontapé inicial deve ser dado só em dezembro, pois os projetos arquitetônico, hidráulico e elétrico ainda estão em fase de elaboração. Os recursos, garantidos neste ano em Brasília, somam R$ 1,6 milhão.

 

Em andamento, está a construção da quadra poliesportiva, iniciada neste mês. Já a cobertura dos passeios do campus deve começar em 07 de janeiro. A previsão é que a quadra seja entregue em agosto e a cobertura em abril.

 

Em 2019, a intenção do diretor do Instituto Federal é também instalar uma usina fotovoltaica no campus, gerando energia elétrica a partir da luz do sol. A ideia é que 40% da energia do campus saia da usina. O recurso já está garantido.

Publicidade

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia