YouTube Facebook Bitcom

Política   11/01/2019 | 14h12     Atualizado em 11/01/2019 | 14h27

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Secretaria estuda fechar coordenadorias regionais de Educação no Estado

Foto: Divulgação/ Internet
Foto: Divulgação/ Internet

A medida é considerada pela Secretaria da Educação (Seduc) uma forma de aperfeiçoar o trabalho e enxugar a máquina pública do Estado. O estudo está em fase preliminar e teve início ainda no ano passado. Atualmente, o Rio Grande do Sul possui 29 coordenadorias regionais, que cuidam de 2,5 mil escolas. Entre elas, a 4ª CRE, com sede em Caxias, que abrange 14 municípios da Serra, totalizando 119 estabelecimentos de ensino.

 

A ideia é unificar coordenadorias com outras, levando em conta aspectos geográficos e logísticos - se o prédio é próprio ou alugado, por exemplo. Segundo a Seduc, a reforma no sistema é uma necessidade para uma rede que teve, nos últimos 15 anos, redução de cerca de 600 mil alunos na rede pública estadual. Só na Serra, em 2010, eram 57.568 estudantes. Em 2018, fechou em 49.667.

 

A coordenadora da 4ª CRE, Janice Moraes, explica que nenhuma unidade deve estar excluída do estudo. No entanto, como o prédio de Caxias é próprio e houve redução de CCs em larga escala, esses fatores serão levados em conta na avaliação do governo. Ela observa positivamente a intenção do projeto, que pretende atualizar um sistema criado antes dos anos 2000 e deixar a estrutura mais leve e eficiente. Janice acredita que a tecnologia pode ajudar a minimizar possíveis deslocamentos.

 

Como o estudo é preliminar, a estrutura de coordenadorias a ser montada não está definida no que diz respeito à quantidade de sedes e de servidores. A reformulação leva em conta benefícios pedagógicos, estruturais e nos recursos humanos.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia