YouTube Facebook Bitcom

Geral   11/01/2019 | 14h34     Atualizado em 11/01/2019 | 14h43

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Pedágio da freeway volta a opera em 30 dias

O valor da tarifa básica de pedágio será de R$ 4,30

Foto: divulgação
Foto: divulgação

O governo federal assinou, na manhã desta sexta-feira (11/01) o contrato de concessão de quatro das mais importantes rodovias federais gaúchas - a BR-101, a BR-386, a BR-290 (trecho da Freeway) e a BR-448 (Rodovia do Parque). Chamada de Rodovia Integração do Sul (RIS), a parceria público-privada (PPP) vai garantir um investimento de R$ 13,4 bilhões pelos próximos 30 anos.

 

Com um total de 473 quilômetros, a Rodovia Integração do Sul liga Torres a Carazinho, passando por Porto Alegre. A concessão atinge diretamente 32 municípios, que representam 24% da população gaúcha e 32,3% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual. Para esses municípios, estima-se um retorno de Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) de cerca de R$ 1,3 bilhão ao longo do período de concessão.

 

A partir da assinatura da manhã desta sexta-feira, o grupo paulista CCR passa a ser o responsável pela administração do trecho, incluindo manutenção, conservação, monitoramento e obras de ampliação da capacidade, sendo a mais importante delas a duplicação da BR-386.

 

Para isso, a concessionária vai operar sete praças de pedágio ? duas delas já existentes, na Freeway, e as demais que serão erguidas até março de 2020. O valor da tarifa básica de pedágio será de R$ 4,30 e o prazo para a empresa iniciar a operação é de 30 dias.

 

 

Publicidade

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia