YouTube Facebook Bitcom

Cidade   15/03/2019 | 14h22     Atualizado em 15/03/2019 | 14h27

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

FUCS pede apoio a deputados para conclusão de ampliação do Hospital Geral

R$ 10 milhões são necessários para continuar obra parada desde 2016 e criar 128 novos leitos.

Foto por Mateus Argenta
Foto por Mateus Argenta

A Fundação Universidade de Caxias do Sul (FUCS), solicitou apoio ao presidente da Assembleia Legislativa, Luis Augusto Lara (PTB), e aos deputados estaduais Pepe Vargas (PT) e Neri, o Carteiro (SD), para a obtenção de R$ 10 milhões visando à conclusão das obras de ampliação do Hospital Geral (HG), mantido pela FUCS. Iniciados em agosto de 2014 para criar 128 novos leitos de internação e de UTIs no estabelecimento, os trabalhos estão paralisados desde dezembro de 2016 devido à falta de recursos.


Em documento entregue durante visita dos deputados ao HG e à Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), na manhã desta sexta, dia 15, o presidente da FUCS, José Quadros dos Santos, o diretor geral do hospital, Sandro Junqueira, e o reitor da UCS, Evaldo Kuiava, informaram sobre as dificuldades financeiras vivenciadas pelo estabelecimento, que gera a estimativa de um déficit aproximado de R$ 8 milhões para 2019. Apesar disso, os atendimentos médicos e hospitalares têm sido mantidos graças à realocação de recursos pela FUCS, que também é mantenedora da UCS, do Centro de Teledifusão Educativa (Cetel), o do Centro Tecnológico Universidade de Caxias do Sul (Cetec).


Os gestores destacaram que, em virtude da crescente demanda da região, por meio do Plano Diretor do HG, elaborado em 2009, projetou-se a ampliação de 70% da área física e de 60% da capacidade assistencial. As obras, iniciadas em 2014, possibilitarão um aumento de 128 leitos (87 de internação e 41 de UTIs adulto, pediátrica e neonatal), passando o total dos atuais 227 para 355 leitos (sendo 275 de internação e 80 de UTIs).


O projeto de ampliação tem um orçamento total de R$ 39,7 milhões, sendo R$ 18 milhões referentes à ampliação física e o restante a equipamentos e reestruturação interna. Para a conclusão da obra é necessário um valor aproximado de R$ 10 milhões, conforme projeto aprovado pela Vigilância Sanitária do Estado, valor para o qual a FUCS solicitou a colaboração dos deputados para a captação.

Publicidade

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia