YouTube Facebook Bitcom

  20/05/2019 | 16h52     Atualizado em 20/05/2019 | 16h55

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Samae moderniza processos de coleta para análises de qualidade da água

Melhoramento no formato como as amostras são coletadas segue normas técnicas atualizadas e garante maior confiabilidade nos resultados analíticos

Marco Zeminhani / Samae
Marco Zeminhani / Samae

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) passou a realizar, a partir deste mês de maio, adequações nos procedimentos de amostragem, com o objetivo de modernizar os processos de análise de qualidade da água em Caxias do Sul. A principal mudança é que alguns testes como temperatura, potencial de hidrogênio, cloro residual livre e cloro total passarão a ser feitos ainda em campo, ou seja, no local da coleta da amostra.

 

A modernização dos procedimentos segue normas técnicas atualizadas, também com o objetivo de obtenção do selo ISO 17025, um padrão internacional de testes em laboratórios. O aprimoramento garante melhor confiabilidade nos resultados analíticos, assegurando ainda mais a qualidade da água distribuída. Ao todo, o Samae monitora 474 pontos na rede de distribuição das áreas urbana e rural do município, promovendo mais de 70 mil análises por ano.


O controle de qualidade da água segue normas de portaria do Ministério da Saúde, que estabelece que a coleta deve ser feita em diversas partes dos sistemas de abastecimento. Dentre os pontos estão espaços de grande circulação de pessoas, edifícios com grupos populacionais de risco, como hospitais e unidades básicas de saúde, trechos vulneráveis do sistema, como reservatórios e pontos de quedas de pressão.


Diariamente, equipes do Samae executam roteiros de amostragem, a fim de coletar amostras de água para análise. O procedimento possui oito passos a serem seguidos rigorosamente para que não haja interferência nos resultados. Dentre as principais exigências estão a higienização do ponto de coleta e o tempo necessário que a torneira deve ficar aberta para substituição da água no encanamento.

 

Essas análises diárias, somadas a outros fatores como controle operacional em estações de tratamento e as auditorias permanentes, garantem segurança no abastecimento hídrico, conforme explica a Técnica em Química e Chefe da Seção de Controle de Qualidade do Samae, Eliara de Almeida Silva Aver. "A população pode ficar segura quanto à qualidade da água fornecida em Caxias, pois o Samae realiza todo o plano de amostragem que preconiza a legislação, além de todo o controle operacional nas estações de tratamento e das auditorias em água produzida 24 horas por dia", afirma Eliara.

 

Os oito passos de quem coleta a amostra de água:

1 ? Verifica as condições da instalação do ponto de coleta
2 ? Abre a torneira com tempo necessário para substituir água do encanamento
3 ? Realiza a medição da temperatura e registra demais condições do local
4 ? Higieniza a torneira para efetuar a coleta
5 ? Abre novamente a torneira para eliminar possíveis interferência da solução de higienização
6 ? Realiza a coleta das amostras para análises de campo e de laboratório
7 ? Realiza as análises de campo
8 ? Fecha e torneira e mantém as instalações como no início do processo

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia