Festa do Divino   17/05/2017 | 14h47     Atualizado em 17/05/2017 | 14h49

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Festa do Divino: torteis da Vó Julieta são atração desta quarta (17) em Criúva

Cardápio ‘italiano’ é destaque da 7ª noite dos festejos iniciados na última sexta (12) e que seguem até domingo (21), dia da tradicional Procissão com o Esplendor do Divino. Sexta (19) tem João Luiz Correa

Vó Julieta preparou mais de 300 quilos de tortei para jantar da Festa do Divino
Vó Julieta preparou mais de 300 quilos de tortei para jantar da Festa do Divino
Foto: Jornal L’Attualità

O tortei é atração da Festa do Divino nesta quarta-feira (17). O prato típico da culinária são-marquense, trazido à região pelos imigrantes italianos, é destaque do cardápio da 7ª noite dos festejos iniciados em Criúva, distrito de Caxias do Sul, na última sexta-feira (12). A tortelada será acompanhada por galeto, costela de porco, maionese, salada, pão e vinho num jantar que reunirá centenas de pessoas no Salão Paroquial de Criúva. A fartura gastronômica acontece logo após a novena, marcada para às 19h30 e que será dedicada a todas as etnias e devotos, com o tema ‘O dom da Ciência’ (o pregador é o Padre Oscar Chemello).

 

As pessoas que vão à Criúva na noite desta quarta (17) degustar a tortelada podem ficar tranquilas, pois a qualidade está garantida: os torteis são produzidos em São Marcos pela agroindústria Vó Julieta. A famosa marca de massas caseiras recebeu, em dezembro do ano passado, o prêmio ‘Melhores da Região’ série Ouro 2016 na categoria ‘A  melhor casa de massas da região’. O troféu foi entregue em Bento Gonçalves pelo Instituo Êxito Pesquisas e Publicidade, após levantamento realizado em diversos municípios da Serra gaúcha. A honraria apenas provou aquilo que os são-marquenses já estão cansados de saber: a qualidade diferenciada dos produtos Vó Julieta, fornecedora oficial das massas do Divino. ‘Há três anos que o tortei de Criúva é de São Marcos’, destaca a proprietária Janete Hoffman Fochesato. Natural de Criúva (ela nasceu no Agudo, onde residia sua família), Janete disse ter orgulho de sua terra natal. ‘Sou cria da Criúva, essa é minha terra, meus familiares são todos do Agudo, me orgulho muito disso’, comentou.

Divinos torteis: ‘Os ingredientes, o recheio e o jeito de preparar são da receita da Vó Julieta’

Janete e Geive Fochesatto e funcionárias da casa de massas Vó Julieta, de São Marcos
Janete e Geive Fochesatto e funcionárias da casa de massas Vó Julieta, de São Marcos
Foto: Jornal L’Attualità

Além dos torteis,  também os agnolines, macarrões e outros tipos de massas da Festa do Divino são feitos em São Marcos pela Vó Julieta. ‘Neste ano fizemos 600 quilos de aignoline, 70 kg de macarrão, 35 kg de massa e uns 300 kg de tortei’, revelou Janete Fohcesato. Ela disse que o preparo das massas iniciou na primeira semana de maio. ‘No começo de maio já iniciamos, senão não dá tempo de fazer tudo’, observou. Janete trabalha com a filha Geive Fochesato e outras sete funcionárias. Todas sob o olhar atento da matriarca Emilia Julieta Giotti Fochesato, 74 anos. Sogra de Janete e avó de Geive, foi dona Julieta que começou o negócio, em agosto de 2007. ‘O recheio, o jeito do preparo e os ingredientes são todos da receita dela. Foi ela quem me ensinou a fazer’, salienta Janete. Ao logo da última década a receita foi sendo aprimorada, originando divinos torteis, como os que serão apreciados na noite desta quarta (17) em Criúva. ‘Fornecemos massas para quase todos os mercados de São Marcos e também para três de Caxias’, aponta Janete.

Assista: massas Vó Julieta em destaque no vídeo produzido pela Rede Prosa da UCS TV

Em Criúva festa segue até domingo (21), com a tradicional Procissão do Divino e almoço no Salão Paroquial

Novenas do Divino lotam Salão Paroquial do distrito: bispo Dom Alessandro virá domingo (21)
Novenas do Divino lotam Salão Paroquial do distrito: bispo Dom Alessandro virá domingo (21)
Foto: Zaíra Ballardin

Iniciada na última sexta-feira (12), a Festa do Divino 2017 segue até domingo (21. A programação está movimentando Criúva. Tudo começou com a cerimônia de Levantamento do Mastro e Hasteamento da bandeira do Divino Espírito Santo, que teve cavalgada. Na sequência foi celebrada a primeira das nove novenas, dedicada aos ex-festeiros, capitães do mastro, aias, imperadores, festeiros de honra, mordomos e comunidade. Após o jantar a animação musical foi do Grupo Estância. No sábado (13) o destaque foi a Noite Gaúcha, que teve jantar campeiro e apresentação do Grupo Cordiona. O Domingo (14) de Dia das Mães teve novena dedicada a todas as mães.

 

Após a noite desta quarta (17), a programação tem como destaque o baile de sexta (19), que trará a Criúva um dos grandes nomes da música tradicionalista do Rio Grande do Sul: João Luiz Correa apresenta-se com o Grupo Camperismo num baile ‘de gastar a sola da bota’ que promete lotar o salão paroquial da comunidade. O show dá sequência a uma série de apresentações de músicos gaúchos que vem acontecendo em Criúva: na segunda (15) a atração foi o Grupo Chimarrão e na terça (16) Os Queras animaram a festa. 

 

Os festejos seguem até domingo (21), quando acontece o ponto alto da celebração: Missa Solene será celebrada na Igreja Matriz a partir das 10h, seguida da tradicional Procissão com o Esplendor do Divino pela rua central de Criúva. A cerimônia terá a presença do bispo Dom Alessandro Ruffinoni. Ao meio-dia tem almoço tradicional no Salão Paroquial de Criúva, com venda de galeto e churrasco. À tarde haverá sorteio dos queijos, nomeação dos novos festeiros, leilão de terneiros e reunião dançante com Reni e Banda Dimensão.

 

 

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia